WhatsApp Image 2022-03-10 at 17.57.12.jpeg

<<IMPERFEITA>>

COLETIVO 284 . 284 GALLERY  - LISBOA

Exposição coletiva com recursos tecnológicos e realidade aumentada para visualização das obras.

METAMORPHOSIS FRIDA  

print on dibong

80cm x 130cm

tiragem: 5

Metamorphosis Frida

O título da caminhada visual da artista pelo rosto de Frida Kahlo constitui uma alegoria da vida de uma criadora visual que se tornou um mito. A presença das flores no cabelo, um dos adornos mais marcantes, ganha, pelo uso do preto e da transparência, a dimensão de uma espécie de véu. A exuberância da vida e o macabro da morte se mesclam, algo que se relaciona, na essência, com as tradições mexicanas, que consideram o Dia dos Mortos como uma importante tradição. A borboleta logo abaixo do pescoço reforça o conceito de ressurreição. Assim como o inseto vive dentro de um casulo, na forma de larva, para libertar a sua beleza em uma breve e marcante existência, Frida passou, em sua jornada, por dores e transformações marcantes, das quais se libertou para ganhar a eternidade.Oscar D’AmbrosioEsta obra integra a exposição “Imperfeita 1.2”, que fica em cartaz até o dia 10 de abril de 2022 na galeria do Coletivo 284 (@coletivo284), em Lisboa. Curadoria de Adriana Scartaris (@adrianascartaris.arte ) e Clara Afonso (@claraafonso.art).

Oscar D’Ambrosio é Doutor em Educação, Arte e História da Cultura e Mestre em Artes Visuais pelo Instituto de Artes da Unesp.

 
 

EXPOSIÇÃO “IMPERFEITA“ 1.2 REGRESSA AO COLETIVO 284

Por Maria João Vieira Pinto em 10:00, 4 Mar, 2022

“Nunca pinto sonhos. Eu pinto a minha própria realidade”, Frida Kahlo.

Há um ano, a mulher, e a figura de Frida Kahlo em particular, deram o mote para o projecto “Imperfeita”, no Coletivo 284. Recebeu 6000 visitantes, bem no meio da pandemia, o que levou a querer criar uma trilogia, seguindo com o tema para 2022 e 2023.

Agora,  numa homenagem à mulher, no mês que é dela, a exposição regressa ao espaço das Amoreiras. A ideia é, através de diversas linguagens artísticas, cortar com estereótipos e exaltar o feminino.

“Apropriando-se da figura de Frida Kahlo como elemento central dessa reflexão, a exposição ‘Imperfeita’ apresenta-se para além de uma simples homenagem. Através dela, pretende-se aprofundar a discussão acerca das alegrias e aflições femininas, privilegiando o olhar da mulher sobre o objecto. Há obras de autoria masculinas, enaltecendo ainda mais o projecto ‘’Imperfeita'”, informa a organização.

A data escolhida claro que não podia ser outra que não 8 de Março. Haverá tarde de autógrafos, com o  lançamento do livro “Somos F*das”, que ficará a cargo de Catarina Coelho, apresentadora da Rede Conexão Mulher e organizadora da obra, uma compilação de textos escritos por mulheres que narram as suas conquistas. O lançamento oficial será acompanhado por depoimentos in loco em formato de entrevista, conduzidos pela comunicadora diante das escritoras. Já à noite, os convidados poderão experienciar as obras dos trinta e oito artistas com Realidade Aumentada – ferramenta testada e aprovada aquando da exposição do ano passado –, bem como a interpretação da actriz Carlota Crespo que representará Frida Kahlo, num monólogo composto pelo escritor Tiago Lima. Por fim, haverá a apresentação da guitarra de Luís Espírito Santo com o tema “La Llorana’’, acompanhado pela voz de Carolina Martins.

E porque este Coletivo 284 gosta de exaltar os cinco sentidos, juntou-se ao restaurante Siesta para que os convidados possam ter uma degustação de sabores da tradicional cozinha mexicana.

A abertura ao público em geral acontecerá dia 11, com especial curadoria musical de Indiara Nicoletti, artista também participante da “Imperfeita”. Já dia 20, ocorrerá o projecto “Imperfeitinha” – um upclycling workshop, evento em que crianças serão convidadas pelo artista José Victor a criarem esculturas de Frida a partir de materiais recicláveis. Na sexta-feira, 25, os trabalhos serão abertos pelo arquitecto Ricardo Zuquete e o artista plástico Luís Espírito Santo, que ilustrarão ao vivo analogias entre os universos da arquitectura e das artes visuais, acompanhados pela performance musical de Joana Anta Lobo.

No dia seguinte, será a vez da poetisa Ana Matias apresentar “Frida Kahlo Corpo de Mulher” e, a 30, o artista Alireza Karini realizará releituras das obras de Van Gogh.

Mas o calendário continua e dia 2 de Abril, pelas 21 horas, será realizada uma leitura encenada da peça “Mulher de Lot”, também escrita por Tiago Lima. O último fim-de-semana da exposição “Imperfeita” inicia-se a 8 de Abril com um jantar temático inspirado nas preferências culinárias de Frida Kahlo.

A “Imperfeita” encerrará a 10 de Abril com a apresentação da agência True Sparkle – Actors de uma mini-peça encenada de autoria de Sofia do Espírito Santo. Será um preview da edição “Imperfeita” 2023, onde Frida Kalho convidará outra grande mulher, que enfrentou e venceu preconceitos e limites.

O que é o Coletivo 284?

O Coletivo 284 é um espaço diferenciador e imersivo, onde se acede através de uma garagem, numa passagem do mundo exterior para o interior que começa desde logo por despertar alguns dos cinco sentidos. Porque essa é, de resto, uma das vontades dos seus responsáveis, Adriana Scartaris e Paulo André fundadores e directores criativos do Coletivo 284.


Se não, leia a forma como o próprio se apresenta: «Imagina um espaço aberto, imponente, ‘underground’, confortável, com sabor a casa. Um organismo vivo, com capacidade de adaptação, de partilha energética, com um sistema auto-sustentado. Um espaço com partições variáveis, de fácil acesso, numa cidade moderna, aberta, cosmopolita. Onde se trabalha, pensa, cria, partilha, expõe, testa e apresenta.» É tudo isto, o Coletivo 284, onde se procura enormes sinergias entre a arte e o design, onde se investe na acústica, onde há aromas que chegam de jardins verticais ou de pratos confeccionados na cozinha aberta, e onde há peças que se destacam pela forma e o material.

Depois, o Coletivo é um espaço vivo, o que se traduz numa enorme versatilidade e adaptabilidade tanto para eventos digitais como presenciais ou híbridos, sendo que nasce, inicialmente, da ideia de Paulo de tentar fazer um showroom das peças de 25 marcas de mobiliário e decoração por si representadas. Mas um showroom que também fosse agregador de outras artes e onde quem lá fosse pudesse viver e trabalhar o espaço.

No meio da vontade, numa feira em Milão, conhece Adriana – artista plástica brasileira – e mesmo com um oceano pelo meio juntam-se neste projecto. Seria também o passado e o mundo de Adriana que haveria de trazer muito da arte ao Coletivo.

Design e Arte assumem-se então como os grandes pilares deste espaço que abre portas em 2019, mesmo antes de se ver obrigado a fechar com a pandemia, com o desígnio, ainda, de cruzar artistas e designers dos dois lados do Atlântico. Ou não fosse também característica intrínseca do Paulo o gosto e vontade de fazer pontes, entre quem faz, quem compra, quem comunica ou vende.

Há um ano, quando podem, abrem com a exposição “Imperfeita”… que agora regressa.

>>>fonte<<<

 


 𝔸𝕣𝕥𝕚𝕤𝕥𝕒𝕤 ℙ𝕒𝕣𝕥𝕚𝕔𝕚𝕡𝕒𝕟𝕥𝕖𝕤 

Adriana Gambarinni @adrianagambarinni
Adriana Scartaris @adrianascartaris.arte
Alessa Baggio @alessabaggioart
Alireza Karimi Moghaddam @alirezakarimimoghadam
Andreia B. Minamizawa @andreiaminamizawa
Angela Canabrava B. @angela.canabrava.b
Bernardo Medeiros @bernardogmedeiros
Constância Grain @constanciagrain
Cristina Ravagnani @cristinaravagnani_
David Reis Pinto @david_reis_pinto
Fernanda Victorello @fvictorello
Gabriele La Teana @gabrielelateana
Hélio Bray @heliobray
Indiara Nicoletti @indiaranicoletti
Ismênia Barreiros @_ismenia_daniela_
Joelma Santanita @art_by_joelmasantanita
Luis Espirito Santo @espiritoinsaneart
Mafalda Felizardo @mafaldafelizardo
Maísa Champalimaud  @maisao
Malvaccini @malvacciniarte
Marilene Zancchett @marilenezancchett
Nana Fernandes @nana_fernandes19
Paulo de Tarso Hardt @hardt.e.oficio
Pedro Guimarães @pedro_guimaraes_art
Raquel Gralheiro @raquelgralheiro
Regiane Spolon @regianespolon
Regina Cheida @reginacheida
Rita Ravasco @ritaravasco
Rodrigo Romera @rod.romera
Rosemile e Greenarea @rosemiledrewer @greenarea2
Rui Carruço @ruicarruco
Sofia Lobato @sofialobatoart
Sofia Simões @sofiasimoespintora
Sónia Travassos @soniatravassosart
Talita Barbosa @talita__barbosa
Vinicius de Paula @depaula.vinicius
Zévi @zevilandia

𝔸𝕡𝕠𝕚𝕠𝕤

𝗘𝗺𝗽𝗿𝗲𝘀𝗮𝘀 𝗾𝘂𝗲 𝗮𝗽𝗼𝗶𝗮𝗺 𝗮 𝗮𝗿𝘁𝗲

@adrianascartaris 
@art2actofficial
@clubedeartistasoficial 
@corona 
@grupoyour
@imppacto
@kia_portugal
@lasiestarestaurantemexicano
@mpg_office_furniture 
@phxservices
@pine.digital
@portobay 
@portobaymarques 
@redeconexaomulher
@risifilm 
@santanitawine 
@tracosinteriores
@vanilladynasty_hospedeiras
@vpdecor.pt
@wewoodportuguesejoinery
@wingsysinteractivetechnology
@whitebalance.pt