ROAD METAL

Por Gleison Junior

‚Äč


Claustrofobia: Revelada nome e arte do novo EP

 

O Claustrofobia acaba de revelar o nome e capa do novo trabalho de estúdio. No final de 2017, o Claustro, iniciou uma campanha de Crowdfunding que visava arrecadar o financiamento coletivo para ajudar a banda ir aos Estados Unidos e gravar as novas músicas para um EP. No total serão três faixas novas e mais duas bônus que não entraram no mais recente álbum do grupo, Download Hatred de 2016.

Intitulado de “Swamp Loco” o novo EP do Claustrofobia será disponibilizado muito em breve pela banda em formato digital. A arte foi criada pela renomada artista e desenhista brasileira Fernanda Victorello que entrou no projeto com toda sua alma para criar algo que representasse o conceito profundo de “Swamp Loco“.  Fernanda se tornou referência no mercado da moda, desenvolvendo muitas estampas e material gráfico para várias marcas renomadas como Cavalera, Opera Rock, Hering e MCD. No mundo musical sua arte esteve presente em exposição no Festival Monster of Rock, coleção de roupas e acessórios pra MCD com tema de Machine Messiah do Sepultura e programação visual para o renomado guitarrista e diretor musical Paul Pesco.

O vocalista Marcus D’Angelo explica como chegou ao título do álbum e ao nome da artista Fernanda Victorello e o quanto esse álbum representa a atual fase da banda: “Quando estávamos gravando esse EP nos U.S.A, procurávamos por um título e uma arte que representasse a nossa história até o momento, algo diferente de tudo que já fizemos e que apontasse para o futuro, um EP sempre é um laboratório, uma transição, estávamos buscando abrir novas portas, subir um degrau musical e artisticamente e que realmente ficasse distante de qualquer referência, mas ainda assim sem perder nossa verdadeira essência de loucura e brutalidade. O momento é de mudança, as letras dizem isso, a música também…dentre dois títulos, de última hora optamos por “Swamp Loco”.  Comecei a garimpar pela internet uma serie de artistas e me deparei com alguns trabalhos da Fernanda que no ato me chamou muito atenção, me tornei fã imediatamente, os desenhos tinham muita personalidade e Brutalidade, além de flertar sempre com a natureza e serem extremamente bonitos, com muitos detalhes. Mostrei para os caras da banda e todos gostaram muito do que viram. Profissional e dedicada, sua afinidade com o projeto foi imediata e ela criou essa arte exclusivamente para “SWAMP LOCO” composto com elementos das letras, culminando numa arte visual diferente e 100% fiel a música contida em “SWAMP LOCO”. Estamos satisfeitos e provavelmente faremos mais trabalhos juntos no futuro.”

Fernanda Victorello é conhecida por vários trabalhos importantes no país, a artista já trabalhou com vários nomes importantes e quando perguntada sobre sua criação para o Claustrofobia, não lhe faltam palavras elogiosas ao trabalho da banda: “Fiquei muito contente com o contato da banda para representar visualmente este novo projeto; o Claustrofobia é uma banda com um trabalho de extrema qualidade com reconhecimento nacional e internacional, merecidamente. Este EP marca também um novo ciclo; me senti honrada por ser escolhida para construir a imagem junto ao processo de nascimento dos singles. Para a composição deste trabalho, além das cores orientadas pelo ambiente do tema principal (o pântano), foram considerados trechos de músicas e seus títulos para a seleção de elementos cuja fusão representa o EP como um todo. Agradeço a confiança da banda em meu trabalho e por ter me escolhido para fazer parte deste novo ciclo que se inicia após 22 anos de existência”.

>>>>>>Para conhecer mais a fundo o trabalho da Fernanda acesse o site www.fvictorello.com”.

O Claustrofobia agradece primeiramente aos fãs, foi um trabalho conjunto e só está sendo realizado devido ao apoio incondicional de milhares de apoiadores do trabalho da banda que participaram ativamente do processo de Crowdfunding e viabilizando todo o processo de criação, gravação e produção de “Swamp Loco”. Esse é o último trabalho que o músico Daniel Bonfogo gravou a frente do baixo do Claustrofobia.

O trabalho foi produzido no “Fuel Music Studio”, em Fullenrton, na Califórnia sob produção da própria banda e do grande produtor Addasi Addasi e mixagem de Russ Russell, responsável por Download Hatred e que já trabalhou na produção de nomes como Napalm Death, Exploited, The Haunted, Brujeria, At the Gates e outros grandes nomes. A masterização foi feita por Brendan Duffey que já trabalhou com Billy Sheehan, Ripper Owens, Angra, Kiko Loureiro, Dr Sin e André Matos.

F.VICTORELLO

 

illustrations.graphic design